real or not real?



Quando a gente precisa que alguém fique a gente constrói qualquer coisa, até um castelo.
Eu me tornei minha própria ilha. Uma terra destruída e devastada onde nada cresce e os horizontes são sombrios. Sim, essa sou eu.
- 50 Tons Mais Escuros
Meu som favorito no mundo inteiro é o seu riso.
- 50 Tons Mais Escuros
Jamais esqueça quem você é!
- Reiniciados

Nome do livro: O Mundo de Sofia

Autor: Jostein Gaarder

Sinopse: Às vésperas de seu aniversário de quinze anos, Sofia Amundsen começa a receber bilhetes e cartões postais bastante estranhos. Os bilhetes são anônimos e perguntam a Sofia quem é ela e de onde vem o mundo em que vivemos. Os postais são enviados do Líbano, por um major desconhecido, para uma tal de Hilde Knag, garota a quem Sofia também não conhece.
O mistério dos bilhetes e dos postais é o ponto de partida deste fascinante romance, que vem conquistando milhões de leitores em todos os países em que foi lançado. De capítulo em capítulo, de “lição” em “lição”, o leitor é convidado a trilhar toda a história da filosofia ocidental - dos pré-socráticos aos pós-modernos -, ao mesmo tempo em que se vê envolvido por um intrigante thriller que toma um rumo muito surpreendente.

Um trecho da página 100: Para Platão, aquilo é eterno e imutável não é nenhuma “substância fundamental” que pertence ao mundo físico, mas sim modelos ou padrões espirituais ou abstratos dos quais derivam todos os outros fenômenos.

Minha opinião: Esse livro vai pra minha categoria de “O livro que mais demorei a ler” já estava começando a ficar agoniada por demorar tanto, mas consegui. O livro como se pode ler na sinopse conta a história não só de uma garota (Sofia), mas também te convida a conhecer um pouco da história da filosofia, o que torna tudo mais interessante, tive meus momentos de leitura mais lenta, pois tem coisas que são bem complicadas de se ler e para se entender é bom repetir. O livro é bem legal para aqueles que gostam de filosofia ou aqueles que querem entender mais sobre ela (no meu caso) claro que vai ter momentos em que o livro não vai te responder tudo e vai ser necessário buscar mais sobre o assunto em outro lugar. Deixando um pouco de lado a filosofia, se tem a vida de Sofia no qual é bastante misteriosa e no meio do livro surge uma revelação que vai deixar sua cabeça bem confusa (pelo menos deixou a minha), os personagens são bem cativantes e fáceis de entender e se gostar. Gostei bastante do final do livro daquele tipo “nada clichê” eu realmente não ia conseguir imaginar que o livro ia terminar assim, bem diferente.  

Nota: ★★★★★

 

E você não deve nunca, nunca, se sentir culpada por ser feliz.
- Bela Maldade 
O que falta para eu entender que acabou? Que dor falta sentir?
- Tati Bernardi
ENCASULADA